Pesquisar este blog

quinta-feira, 20 de março de 2008

Resumo Amsterdam


Oi, oi, oi! Resolvi atualizar os posts, já que está uma chuvinha chata lá fora (não que isso incomode o pessoal daqui, vocês precisam ver como esse povo ignora a chuva! Continuam andando pelas ruas - sem guarda-chuvas- pedalando suas bicicletas e levando seus bebês e cachorros - que também tomam a chuva - tudo numa boa!) Vai aí um resumo de Amsterdam: amei a cidade, é realmente linda! O melhor de tudo pra mim foi passear pelos canais e observar a arquitetura das casas, cada uma com um detalhe diferente e tudo tão próprio da cidade! Fui a Haia e a Delft e pude ver como nada é igual a Amsterdam!!! Bom, Haia é imperdível pelo museu Maurits (que passou para a lista dos meus preferidos!) e Delft também tem que ser visitada, porque é realmente linda e uma delícia de se conhecer a pé (é como uma mini-amsterdam, com seus pequenos canais, tudo mais aconchegante). Do mais, uma nota sobre as famosas atrações daqui: as drogas e as prostitutas. Sobre as drogas, é incrível como tudo é tranquilo, não vi nenhum maluco inconveniente, ninguém incomoda ninguém. As coffe-shops me pareceram extremamente turísticas e é engraçado ver o povo sentado nas mesas fumando maconha e etcs.. e tomando suco de laranja com doritos! (é proibido vender bebidas alcoólicas em coffe-shops). Do mais, também fui conhecer as lojas que vendem cogumelos, super profissionais. Os cogumelos vêm arrumadinhos em caixinhas com data de validade, instruções de uso e separadinhas por tipos e procedência (mandei um panfleto pelo correio, mãe, para vocês verem. Ah, guardem tudo pra mim, heim? São minhas recordações!). E os vendedores (super normais, sem piercings, dreadlocks - nada - com cara lavada mesmo) ficam explicando o que esperar de cada tipo de cogumelo. A única parte que me pareceu negativa sobre a venda de drogas aqui (do ponto de vista de uma turista, é claro) é que a cidade acaba atraindo uma meninada sem tamanho! Sim, hordas de universitários americanos, argentinos e espanhóis atrás da "vida livre" de Amsterdam. Eles também são inofensivos, mas fica complicado conhecer pessoas que tenham algum assunto por aqui! Sobre as prostitutas, bem, não tive muito interesse no red light district, mas acabei batendo lá sem querer, quando estava procurando a Oude Kerk (uma igreja) e só tenho a dizer que deu dó: ô mulherada feia e gorda! Bom, deve ter algumas melhorzinhas em algum lugar...
Por fim, um assunto da minha preferência: comidas! rsrsrsrs Nada de mais, gente! Fiquei um pouco desapontada... Comi saladinhas, sopa, macarrão japonês, algumas tortas, mas nada memorável. Digno de nota só mesmo o "kroqueten" (sei lá como escreve - essa lingua aqui é doida! É o croquete mesmo! hahahaha) que é vendido em caixinhas do tipo self service (coloca-se uma moeda e retira-se o "kroqueten") em alguns pontos estratégicos da cidade. Trash no úrtimo, mas boooooooom!!! Gente, é isso! Vou para Berlin hoje a noite! Até o próximo!! Beijos!!

2 comentários:

lulu disse...

Kroqueten...hummmm deve ser muito bom! Frito aposto.
Que legal as coffee shops, tinha brownies de maconha?
Museu Maurits? O que tem lá? É de pintura? E esculturas, eu adoro. Vc tem visto esculturas bonitas? Arquitetura de igrja também gosto. As daí sao góticas ou qual tipo?

Bjim e boa viagem maninha

Aninha disse...

Tinha os chamados "space cakes", de chocolate ou blueberry, mas nao comi, deve ser muito ruim... O Museu de Haia tem muitos artistas importantes, inclusive Rembrandt, Rubens e Vermeer (la esta a moca com brinco de perola) e um outro artista que pinta aspargos e frutas(esqueci o nome). Esculturas, nao vi nada muito impressionante... E as igrejas protestantes nao sao tao bonitas, nada que me chamasse muito a atencao...