Pesquisar este blog

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Feliz Natal!


Oiiiii! Feliz Natal todo mundo! Hoje comemoramos Natal de novo, sem muita complicação. Fizemos um piquenique num lugar perto de Warwick (Queen Mary falls). Levamos, bebidas, carnes, pães, salgadinhos e nos instalamos em uma daquelas mesas compridas de madeira em uma clareira. Foi muito legal. Ontem, eu e Phil fomos visitar uma amiga de escola dele, que estava passando o Natal com a familia em uma cidadezinha chamada Blackbutt. Teve um típico churrasco australiano (basicamente uns bifões e linguiças na churrasqueira, que a gente come com pão e molho). Do mais, hoje de manhã, eu e o Phil ajudamos o pai dele na fazenda, fazendo cercas e juntando o gado. É impressionante como eles fazem tudo sozinhos por aqui, sem nenhum empregado. O pai dele ara a terra, planta capim, alimenta o gado, cerca o terreno com arame farpado e fios eletricos, tudo apenas com a ajuda de dois cachorros (que sao fantásticos, aliás). Além disso, ele ainda trabalha como veterinario! Ai, ai, como temos tudo fácil no Brasil, não? Bom, estou tentando não parecer tão dondoca, mas ontem foi difícil! Na hora que entrei no quarto, lá estava uma lagartixona, goooooooooooooooorda, rabuda (o rabo delas aqui é nogento, gordo, horroroso) e o Phil nem tomou conhecimento! Eu tinha certeza que a danada ia cair na minha cara durante a noite, ela já estava meio desequilibrada na parede, em completo pavor ao me ver - eu simplesmente não ia dormir com ela... Imaginem a cara de espanto do Phil diante dos meus protestos! "Mas é uma lagartixa!", era o argumento dele! No final das contas, eu acabei convencendo ele a tocar o bicho do quarto e ela foi assombrar o quarto vizinho, hehehe Outro momento de total frescura (contida às custas de enorme esforco mental) foi quando, na casa da amiga do Phil, o cachorro dela atacou uma perereca e a bicha danou a guinchar na maior altura! Creeeedo, que nojo! Ela pulava e berrava e o cachorro atrás, espremendo ela! Todo mundo achando graca e eu em pânico! Eu nao tive coragem de olhar, mas acho que o cachorro comeu a nogentinha... Uuuuuuuuuuuuuuuugaaaaaaaaaaaaa!!!! Passei o resto da tarde fugindo do cachorro babão com baba de sapo! Bom, vou indo! Amanha descemos para Gold Coast e depois... Sidney!!!! Ah, furou a viagem pra Gold Coast, o Phil está indisposto (tem um vírus por aqui, todo mundo passou mal, menos eu! Claro, né? Organismo acostumado aos bichos brasileiros, hehehe Beeeeeeijos

6 comentários:

hellenmundim disse...

hahahahahahahahahahahahaha

hellenmundim disse...

hahahahahahahahahahahahahahahahahahaha
Nao consigo parar de rir.
Logo você, que chorou só porque um sapo olhou pra você no sitio da Drica...

Luiza Meyer disse...

Eu ia ter um ataque histéééricoooooooooooooooo

Uma vez eu fui em um sítio no Reveillon e tinha um cachorro sarnento, e eu só lembrava da sarna e não conseguia nem comer....
Ah, por que eu fui lembrar disso, agora não vou conseguir dormir!!!!!!!!!!!

Aninha disse...

hehehe, ainda bem que voces compartilham a minha dor! Eu normalmente nao me acho uma pessoa fresca! Ah... explicando: a hist'oria do sapo na fazenda da Drica tem todo um contexto! Eram milhares de sapoes, no escuro e foi so no final...

lu_irma disse...

Ana, que história é essa de vc ter chorado pq um sapo te olhou? rs rs fico lembrando das baratas e da lantera-panela em Trancoso, vc contou esse caso para o Phil?
Lembre-se aninha!!!! Que vc tem sangue de vovó Geralda e vovó Raimunda e vovô Juca (quero dizer: todos moraram na roça!). Já o vovô, acho que ele era mais citadino mas na época dele havia bichos até na cidade. Vou te fazer inveja: não tenho medo de lagartixa!!!
Como fala lagartixa e perereca em inglês?

Aninha disse...

Ai, ai, a historia do sapo teve contexto, um dia te conto! Lagartixa em ingles eh gecko e perereca eh frog (sapo eh toad).